Três epidemiologistas do Ministério da Saúde do Haiti iniciaram hoje (12) uma visita técnica de cinco dias a Fundação Oswaldo Cruz.
A vinda da missão é mais um compromisso da Cooperação Internacional Tripartite Brasil, Cuba e Haiti, coordenada pelo Ministério da Saúde brasileiro, com o país caribenho.
Os drs. Roc Magloire, diretor de Epidemiologia, Robert Barrais, epidemiologista e Nickolson Barthelemy, especialista em informática e sistemas de informação para epidemiologia, conheceram pela manhã o campus da Fiocruz e terminaram sua visita com um passeio pelo Castelo Mourisco.
Acompanhados pelo representante da Casa Oswaldo Cruz, o arquiteto Renato Gama-Rosa Costa , os integrantes da missão puderam conhecer a história e detalhes da única edificação neo-mourisca ainda existente no Rio de Janeiro.

Três epidemiologistas do Ministério da Saúde do Haiti iniciaram hoje (12) uma visita técnica de cinco dias a Fundação Oswaldo Cruz.

A vinda da missão é mais um compromisso da Cooperação Internacional Tripartite Brasil, Cuba e Haiti, coordenada pelo Ministério da Saúde brasileiro, com o país caribenho.

Os drs. Roc Magloire, diretor de Epidemiologia, Robert Barrais, epidemiologista e Nickolson Barthelemy, especialista em informática e sistemas de informação para epidemiologia, conheceram pela manhã o campus da Fiocruz e terminaram sua visita com um passeio pelo Castelo Mourisco.

Acompanhados pelo representante da Casa Oswaldo Cruz, o arquiteto Renato Gama-Rosa Costa , os integrantes da missão puderam conhecer a história e detalhes da única edificação neo-mourisca ainda existente no Rio de Janeiro.